Ministério das Cidades vai avaliar infraestrutura de conjunto habitacional em Humaitá

Ministério das Cidades vai avaliar infraestrutura de conjunto habitacional em Humaitá

A situação dos moradores do Conjunto Habitacional Rio Madeira, no município de Humaitá (distante 696 quilômetros de Manaus), entrou na pauta da Câmara Federal. O deputado federal professor Gedeão Amorim (MDB) protocolizou  um requerimento cobrando do Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, soluções para os problemas que os residentes do local estão enfrentando.

De acordo com o parlamentar, desde que a construção foi entregue, em agosto de 2016, os moradores se depararam com vários problemas na estrutura dos imóveis, como rachaduras nas paredes, goteiras, pisos danificados ou com defeitos, infiltrações nos banheiros com desvio de água para a sala, além de outros transtornos.

“Alguns moradores me noticiaram que quando chove as ruas inundam e entra água na casa tanto na porta da frente quanto na dos fundos. O que era o sonho da casa própria tornou-se um grande pesadelo após a mudança. Contudo, já buscamos providências junto a técnicos do Ministério das Cidades, que se comprometeram em avaliar os problemas”, salienta o parlamentar.

Soluções – Os imóveis fazem parte do Programa Minha Casa Minha Vida do Ministério das Cidades e contempla aproximadamente 500 famílias no residencial. Gedeão Amorim cobra no requerimento quais as providências que estão sendo tomadas no sentido de resolver os problemas desses moradores, além do interior teor do contrato assinado entre a Caixa Econômica Federal e os moradores do Conjunto Habitacional.

“O que não podemos permitir é que tantas famílias continuem sofrendo com esses problemas de infraestrutura que não foram ocasionados por elas e sim por um serviço que provavelmente foi inacabado e entregue as pressas”, aponta o deputado federal.

Compartilhar