Operação Desmonte Legal chega às zonas oeste, centro-oeste e centro-sul da capital

Operação Desmonte Legal chega às zonas oeste, centro-oeste e centro-sul da capital

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) deflagrou na manhã desta quinta-feira (07/06), a segunda fase da operação Desmonte Legal, que teve por objetivo fiscalizar 17 oficinas mecânicas e sucatas, situadas nas zonas oeste, centro-oeste e centro-sul da capital. Durante os trabalhos foram apreendidas peças de veículos, supostamente roubadas ou furtadas.

Coordenada pelo delegado-geral da instituição, Mariolino Brito; pelo diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), delegado Geraldo Eloi, e pelo titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), delegado Rafael Allemand, a segunda fase da operação “Desmonte Legal” teve início às 8h.

Ao todo, foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão. As ordens judiciais foram expedidas no dia 18 de maio deste ano, pela juíza Andréa Jane Silva de Medeiros, da 5ª Vara Criminal. O diretor do DPM pontuou que nesta fase os trabalhos tiveram por objetivo fiscalizar e orientar e alertar proprietários de oficinas mecânicas e sucatas, sobre as implicações de guardar e desmanchar veículos oriundos de práticas ilícitas. “Essa operação, além de reprimir atividades criminosas relacionas ao desmanche ilegal de veículos, também teve o cunho pedagógico de educar e conscientizar os proprietários dos estabelecimentos para que os mesmos trabalhem dentro da legalidade, que os estabelecimentos estejam regulares, com o aval dos órgãos de fiscalização, para que, dessa forma, possamos inibir roubos e furtos de veículos que posteriormente são desmanchados a fim de que sejam vendidas as peças ilegalmente”, destacou o delegado Geraldo Eloi.

Materiais apreendidos – Durante a segunda fase da operação “Desmonte Legal” foram apreendidas peças automotivas que, possivelmente, são de veículos furtados ou roubados na capital.  O delegado Rafael Allemand destacou que as peças apreendidas durante a ação serão submetidas à perícia técnica. “Após a conclusão do laudo técnico, caso seja comprovado que as peças são oriundas de veículos automotores roubados ou furtados, os proprietários dos estabelecimentos onde os materiais foram apreendidos podem responder criminalmente por receptação qualificada”, explicou o titular da Derfv.

“Desmonte Legal” – A primeira fase da operação “Desmonte Legal” foi deflagra na manhã de quarta-feira (06/06) e resultou na prisão, em flagrante, de um homem de 47 anos, dono de uma oficina mecânica situada na avenida Cosme Ferreira, bairro São José Operário, zona leste, por receptação qualificada. Durante a ação foram apreendidos veículos com restrições de roubos, furtos ou alienados de agências bancárias, que foram desmanchados para que as peças fossem vendidas.

Ao longo da ação foram apreendidas peças roubadas ou furtadas, três veículos alienados de agências bancárias que estavam sendo desmontados, além do motor de uma motocicleta com restrição de roubo, que foi encontrado na oficina do homem de 47 anos, preso durante as diligências.

Foto: LANA HONORATO/PC-AM

Compartilhar