Operação “Mãos de Ferro” prende envolvidos com o tráfico de drogas e exploração sexual

Operação “Mãos de Ferro” prende envolvidos com o tráfico de drogas e exploração sexual

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) deflagrou ao longo semana, em Apuí, município distante 453 quilômetros em linha reta da capital, a operação “Mão de Ferro”, em conjunto com policiais militares e servidores do Conselho Tutelar que atuam naquela localidade. A operação teve por objetivo combater a exploração sexual e o tráfico de drogas naquele município e resultou nas prisões de seis pessoas, sendo quatro em cumprimento de mandado de prisão preventiva e de outras duas em flagrante, por envolvimento com o tráfico de drogas. Foram apreendidos, ainda, dois adolescentes de 15 e 16 anos, por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas.

As ordens judiciais foram expedidas no dia 28 de maio deste ano, pelo juiz Carlos Henrique Jardim, da Comarca de Apuí e de acordo com o investigador de polícia, Paulo Ricardo, as investigações em torno do caso iniciaram após o recebimento de uma denúncia. Ao longo das diligências foi constatado que duas mulheres, de 59 e 27 anos de idade, avó e mãe de uma adolescente de 13 anos, usavam a jovem para obter dinheiro, comida e outros materiais. Elas permitiam, ainda, que a casa fosse utilizada para a comercialização de entorpecentes.

“Essa operação, coordenada pela 71ª DIP, teve como objetivo prender os principais envolvidos com o tráfico de drogas em Apuí e, ainda, desarticular um esquema de exploração sexual. Realizamos palestras nas escolas do município e, durante uma delas, recebemos denúncias informando que a avó e mãe de uma adolescente de 13 anos, estavam explorando a vítima, afim de receber uma certa quantia em dinheiro”, declarou Paulo Ricardo.

Presos – Além das duas mulheres, foram presos ainda em cumprimento a mandado de prisão por tráfico de drogas, Manoel da Cruz Silva Júnior, 23, e Valdivino dos Santos Pereira, 34, conhecido como “Neguinho Catitu”.

Além da ordem judicial, Valdivino foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e, com o infrator, foram apreendidas 29 “trouxinhas” de oxi, outras nove de cocaína e uma porção grande, uma porção média, e duas pequenas de maconha do tipo “skunk”, além de duas balanças de precisão.

Ao longo dos trabalhos, os policiais civis e militares prenderam, em flagrante, Aldenor Borges Mota, 52, chamado de “Fininho”, e a companheira dele, Raimunda Nonata Teixeira, 57, que estavam com uma porção média de maconha do tipo skunk.

Apreendidos – De acordo com a equipe de investigação, dois adolescentes de 15 e 16 anos foram apreendidos com uma porção pequena de maconha do tipo skunk. Paulo Ricardo explicou que os menores infratores indicaram a localização da casa onde “Fininho” e Raimunda estavam.

Indiciamento e flagrantes – As mulheres de 59 e 27 anos, respectivamente avó e mãe da adolescente, foram indiciadas por exploração sexual, já Manoel e Valdivino foram indiciados por tráfico de drogas. Aldenor e Raimunda foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas.

Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, os infratores irão permanecer custodiados na carceragem da delegacia, que funciona como unidade prisional em Apuí. Os adolescentes irão responder por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas, e irão permanecer à disposição da Justiça.

 

Foto:DIVULGAÇÃO/PC-AM

Compartilhar