Plantio de mudas enriquece vegetação da margem do Igarapé do Passarinho

Plantio de mudas enriquece vegetação da margem do Igarapé do Passarinho

O plantio de mudas de espécies frutíferas e florestais nas margens do Igarapé do Passarinho, nas proximidades do conjunto Galileia, zona Norte, marcou nesta quarta-feira, 6/6, o segundo dia da programação comemorativa da Semana do Meio Ambiente 2018, promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas). O local integra o perímetro da Área de Proteção Ambiental (APA) Sauim-de-Manaus, criada oficialmente pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, na última terça-feira, 5, Dia Mundial do Meio Ambiente.

A atividade contou com a distribuição de mudas aos moradores, todos bastante envolvidos com a conservação da área de preservação permanente daquele curso d’água. “O envolvimento dos moradores é fundamental para conseguirmos o objetivo de recompor com vegetação a APP (Área de Proteção Permanente) do Igarapé do Passarinho, que se encontra no perímetro da APA Sauim-de-Manaus. O plantio já faz parte do conjunto de ações que precisam ser realizadas dentro da APA para contribuir efetivamente para a melhoria das condições ambientais do corredor, tanto para preservar a espécie do sauim-de-coleira quanto para o bem-estar dos que residem no local”, afirmou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior.

A atividade teve a participação de estudantes da Escola Municipal Jornalista Sabah Raposo e da Faculdade Literatus. A ação contou com o apoio das secretarias municipais de Educação (Semed), Infraestrutura (Seminf), Limpeza Pública (Semulsp) e a equipe de conscientização ambiental da empresa Tumpex. Moradora do conjunto Galileia, Maria de Lima Salustiano, 68, é uma das protetoras das árvores plantadas no local. Ela levou para casa mudas de espécies ornamentais e frutíferas e foi responsável pelo plantio de algumas das árvores existentes na área. O plantio também contou com a presença de representantes do Movimento Amigos da Zona Norte (Mazon).

 

Foto: Arlesson Sicsú / Semmas 

Compartilhar