Sema implementa protocolo mínimo de monitoramento da biodiversidade e abertura da terceira trilha na RDS Uatumã

Sema implementa protocolo mínimo de monitoramento da biodiversidade e abertura da terceira trilha na RDS Uatumã

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), por intermédio do Departamento de Mudanças Climáticas e Gestão de Unidades de Conservação (Demuc), iniciou, na última terça-feira (12/06), na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Uatumã, nos municípios de São Sebastião do Uatumã (distante 247 quilômetros de Manaus) e Itapiranga (227 quilômetros), a implantação do Protocolo Mínimo e abertura da terceira trilha para proteção e monitoramento da fauna e flora.

De acordo com o gerente da RDS, Cristiano Gonçalves, o principal objetivo da atividade é fortalecer o diálogo com as comunidades rurais sobre as questões ambientais da Unidade de Conservação (UC). “O programa de monitoramento, quando se é elaborado de forma concisa, passa a ter grande importância para o trabalho da gestão da UC”, informou.

Gonçalves informou, também, que o protocolo do “Programa Monitora” prevê o monitoramento em três trilhas que fazem parte das comunidades São Francisco do Caribí, Livramento e Santa Helena do Abacate, em Itapiranga e São Sebastião do Uatumã. Segundo ele, existem duas trilhas abertas que passarão por manutenção e limpeza. E será aberta uma terceira”, disse.

As trilhas têm a extensão de cinco quilômetros e tem como objetivo fazer o monitoramento da fauna e flora da UC. Nos municípios, será feita também a coleta de dados de indicadores biológicos como: mamíferos terrestres, aves, plantas arbóreas e arborecentes e borboletas frugívoras. O trabalho envolve uma equipe técnica da Sema e conta com o apoio dos comunitários.

 

Foto: DIVULGAÇÃO/SEMA

Compartilhar