ADS anuncia recursos de R$ 4 milhões para pagamentos do Preme

ADS anuncia recursos de R$ 4 milhões para pagamentos do Preme

A Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), anunciou o pagamento de R$ 4 milhões para os credenciados do Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme) já na segunda semana do mês de outubro.

A informação foi transmitida aos produtores rurais e representantes de cooperativas, associações e agroindústrias em reunião realizada na tarde deste sábado (05/10), no estande do Sistema Sepror que está funcionando na área externa da Universidade Nilton Lins, como parte da programação da 41º Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro).

O pagamento do Preme terá início nesta segunda-feira (07/10). “As cooperativas e as associações que forneceram alimentos para a merenda escolar irão receber nesta segunda-feira. Já as agroindústrias irão receber o pagamento na sexta-feira (11/10)”, explicou o presidente da ADS, Flávio Antony Filho.

Durante encontro com os produtores rurais, a Seduc-AM anunciou também o repasse de R$ 8 milhões para novas compras do Preme até o final deste ano. Os alimentos adquiridos pelo programa são fornecidos por mais de 500 iniciativas cadastradas em 32 municípios do Amazonas e têm como destino final as escolas da Rede Pública Estadual.

Participaram da reunião o titular da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), Petrúcio Magalhães, o diretor-presidente da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), Marcus Vinícius, e o secretário executivo da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Luis Fabian.

Balanço – Este ano, o Governo do Amazonas, por meio da Seduc e da ADS, realizou o pagamento de R$ 6 milhões do Preme referente ao ano de 2018. Foram repassados pela Seduc para 2019, R$ 30 milhões, dos quais R$ 4 milhões serão repassados aos produtores rurais, associações, cooperativas e agroindústrias a partir do dia 07 de outubro. Com o repasse de R$ 8 milhões anunciados pela Seduc, o programa irá movimentar um total de R$ 44 milhões. Portanto, R$ 6 milhões a mais do que o ano passado, que movimentou R$ 38 milhões em recursos.

Compartilhar