Cabo da PM se prepara para disputar maratona em Manaus

Cabo da PM se prepara para disputar maratona em Manaus

Com quase dez anos de serviço militar, a corredora de rua e cabo da Polícia Militar do Amazonas, Cristiane Salazar, intensificou os treinos para disputar, no final do ano, a 2ª Maratona Internacional de Manaus.

Ela tem aliado os treinos com a rotina de trabalho e instruções físicas aos colegas de farda no Centro de Educação Física e Desporto (Cefid) da PMAM, em busca de um lugar no pódio.

“Estou focando na minha prova alvo, a maratona de Manaus, que tem 42 quilômetros, e minha preparação já começou. Participarei da corrida Tiradentes – a ser realizada no próximo dia 21 de abril, em alusão ao aniversário de 182 anos da Polícia Militar – na Categoria Militar, com 10 quilômetros. E a meta é ano que vem participar de competições nacionais”, disse a cabo.

Enquanto se prepara para as competições, a policial tem que aliar a rotina de treinos com a missão de servir e proteger a sociedade. Segundo ela, a paixão pelo esporte surgiu antes de ingressar na corporação, mas a vontade de se profissionalizar veio com a aprovação no concurso público da Polícia Militar.

“Já corria por hobby, mas depois da prova de aptidão física e da rotina militar, vi que poderia me profissionalizar nas corridas de rua. É difícil conciliar a escala de serviço com os treinos e as corridas, mas graças a Deus temos um comando que nos dá total apoio”, disse Salazar.

Vitórias – O apoio fica explícito nas medalhas: ela é campeã do Circuito Banco do Brasil, competição nacional da modalidade, além da corrida realizada pela Companhia Athletica, ficou em segundo lugar nas corridas de rua realizadas pelo Big Amigão e pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans).

Cristiane Salazar ressaltou os benefícios da vida no esporte para a trajetória na Polícia Militar. Mais do que medalhas, a rotina de treinos é uma das responsáveis pela disciplina, pela pontualidade e, principalmente, pelo condicionamento físico da policial.

“Os benefícios começam por mim, mas para a população posso ressaltar o condicionamento físico que até transmite mais confiança”, disse.

 

Foto: Erikson Andrade / SSP-AM

Compartilhar