Câmara Municipal está engajada na defesa do modelo ZFM, afirma presidente Joelson Silva

Câmara Municipal está engajada na defesa do modelo ZFM, afirma presidente Joelson Silva

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) vai atuar junto com as bancadas estaduais e federais, governo do estado, classe empresarial amazonense na defesa do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e na busca de alternativas para vencer os desafios econômicos enfrentados pelo Amazonas. A afirmação é do presidente da CMM, vereador Joelson Silva (PSDB), que na noite de quinta-feira (7/2), participou da primeira reunião ordinária de 2019 dos dirigentes da Federação das Indústrias do Amazonas (Fieam).

“Mais de 2 milhões de amazonenses vivem na capital e dependem, diretamente ou indiretamente da riqueza produzida a partir da Zona Franca, portanto, não podemos achar que esse é um problema apenas do governo estadual ou das bancadas de parlamentares estaduais e federais. Nós vereadores, representantes mais próximos dos moradores da capital, precisamos ser participativos e contribuir, da maneira que for necessária, na defesa do nosso principal modelo econômico”, defende Joelson Silva.

O encontro, realizado no auditório Auton Furtado, da Fieam, na zona centro-sul, contou com a participação do governador Wilson Lima (PSC), presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros), a maioria dos deputados estaduais, representantes das Forças Armadas e lideranças empresariais do comércio, indústria e agricultura, e foi marcado por discursos a favor da ZFM, principal modelo econômico do Estado.

Estudo – Durante a reunião, o presidente da Eletros, Jorge Junior, falou sobre pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas e apresentada ao governador Wilson Lima, na manhã de quinta-feira, pelo presidente do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco. O dirigente da Eletros afirmou que o estudo, encomendado por diversos segmentos e que deve ser divulgado nas próximas semanas, traz o embasamento técnico que faltava para defesa do modelo ZFM.

Sobre o estudo, o governador Wilson Lima disse que o estado precisava de uma chancela para provar o que os amazonenses já sentiam no dia a dia. “É impressionante a evolução que os gráficos mostram, o progresso que o Amazonas teve desde a década de 1960 até 2010 quando se tem números para fazer esse processo de comparação. O quanto a gente subiu de renda per capita é maior do que qualquer outro estado do Brasil, o quanto o modelo Zona Franca de Manaus progrediu a nossa floresta e o quanto trouxe desenvolvimento para as pessoas que moram nessa região”, afirmou o governador.

 

Texto: Dora Tupinambá – Dircom/CMM
Foto: Aguilar Abecassis – Dircom/CMM

Compartilhar