Carnaval do Amazonas 2019 reuniu quase 60 mil pessoas

Carnaval do Amazonas 2019 reuniu quase 60 mil pessoas

O Carnaval do Amazonas 2019, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC), reuniu quase 60 mil pessoas durante os desfiles do Sambódromo e nas festas realizadas em todas as zonas da capital, formato novo experimentado este ano e que recebeu a aprovação popular. O secretário estadual de Cultura, Marcos Apolo, já adianta que esse formato adotado nos bairros deverá ser ampliado para o Carnaval 2020.

No Sambódromo, aconteceram os desfiles das escolas de samba dos Grupos de Acesso e do Grupo Especial, nos dias 28 de fevereiro, 1º e 2 de março. Mais de 25 agremiações passaram pela Avenida do Samba, defendendo os mais diversos enredos: sobre a cultura paraense, o legado dos povos africanos, a luta contra o preconceito, entre outros temas.

Este ano, a SEC também promoveu festas de carnaval em todas as zonas da cidade nos dias 3 e 4 de março. Os eventos foram realizados no bairro Viver Melhor, zona norte; na orla do bairro Glória, zona oeste; no Shopping Phelippe Daou, zona leste; e no bairro Santa Luzia, zona sul.

Nos palcos se apresentaram mais de 30 artistas de boi-bumbá, sertanejo e forró. O bairro Viver Melhor, zona norte de Manaus, teve o número mais expressivo de participação, com a presença de 8 mil foliões que prestigiaram atrações como Banda Manaus Frevo, Vanessa Auzier, Edilson Santana, Márcia Novo, Zezinho Corrêa, Leonardo Castelo, Arlindo Júnior e Forrozão Já Kero.

Além destes artistas, nas outras zonas se apresentaram nomes como Sebastião Jr., Júnior e Israel Paulain, Klinger Araújo, Prince do Boi, Rabo de Vaca, Xiado da Xinela, entre outros.

“É histórico esse evento, dentro do maior conjunto habitacional do Brasil. Estou muito feliz, porque no Viver Melhor há muito tempo não se tinha a oportunidade de acesso à cultura popular brasileira, amazonense”, disse Renato Castro, morador do Viver Melhor.

O secretário Marcos Apolo informou que o intuito é ampliar as festas promovidas nos bairros para o Carnaval 2020. ”Tivemos uma boa receptividade do público. A ideia é dar continuidade ao evento, no próximo ano, com a possibilidade de chegar a outros pontos da cidade”, declarou.

A expectativa da SEC é de que, este ano, o carnaval tenha gerado aproximadamente 15 mil empregos diretos e indiretos. Os dados estão sendo consolidados. Segundo estimativa da Liga Independente das Escolas de Samba de Manaus (Liesa), foram 4,5 mil empregos, somente nos galpões dos grupos Especial e de Acesso.

 

Foto: Sambódromo – Bruno Zanardo/ SECOM

Compartilhar