O chocolate é realmente afrodisíaco?

O chocolate é realmente afrodisíaco?

“Os Olmecas, os Maias e depois deles os Astecas, adoravam o cacau que eles chamavam “alimentos dos deuses”… Eles o cultivavam em seus jardins e tiravam de suas sementes uma bebida que eles temperavam de mel, pimenta e outros condimentos”, explica o site de referência passaportsanté.net: Chocolate e cacau.

Os Astecas atribuíam também ao cacau virtudes fortificantes e afrodisíacas, de onde a reputação maliciosa que envolve ainda hoje o chocolate e a luxúria do cacau que encontramos em torno do dia dos namorados nas gôndolas de presentes…

Entretanto, atualmente, nenhum estudo científico provou realmente os efeitos positivos do chocolate sobre a saúde sexual. Por outro lado, o cacau possui muitas substâncias benéficas para a saúde. particularmente rico em flavonoides, uma substância antioxidante, ele diminui o risco de enfarto. E mesmo se o chocolate contém gorduras saturadas, “trata-se principalmente do ácido esteárico, uma gordura que não é prejudicial e que exerceria mesmo certos efeitos benéficos sobre o plano cardiovascular”, afirma passaportsanté.net.

Recentemente, um pesquisador provou também que chocolate podia ser mais eficaz contra a tosse que os remédios caseiros clássicos: “O chocolate mais eficaz que um xarope contra a tosse”.

Em resumo, morda sem complexos sua barra de chocolate agora, ele não vai melhorar sua libido mas ele é excelente para o seu coração (e sua garganta).

Fonte: Receitas sem Fronteiras
Foto: Reprodução/Internet

Compartilhar