‘PAC em Movimento’ faz mais de 800 atendimentos em aldeia indígena

‘PAC em Movimento’ faz mais de 800 atendimentos em aldeia indígena

Com 897 atendimentos, entre emissão de carteiras de identidade e certidões de nascimento, em uma semana, o projeto “PAC em Movimento”, do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), encerrou, nesta sexta-feira (15 /03), as atividades na aldeia indígena Moyray, localizada no município de Autazes, 113 quilômetros de Manaus.

A ação, em parceria com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Fundação Estadual do Índio (FEI), responsáveis pela identificação das comunidades e dos serviços necessários para os indígenas, tem o objetivo de levar documentação básica para moradores de comunidades no interior.

“Desta vez, o trabalho foi voltado exclusivamente para os indígenas, que, muitas vezes, não têm condições de ir à capital devido à distância e à dificuldade de locomoção. Estarmos dentro da aldeia, em alguns casos, facilita até a comunicação com alguns povos tradicionais que não falam bem a nossa língua”, comenta Caroline Braz, titular da Sejusc. “Estamos felizes de contribuir para a educação e cidadania de crianças e adultos por meio dos serviços oferecidos pelo Governo do Estado”.

Segundo a secretária, a próxima ação em aldeias será em São Gabriel da Cachoeira, a 852 quilômetros de Manaus. Ela adianta que a programação contará ainda com palestras e atividades sobre políticas antidrogas, com a equipe de Direitos Humanos do órgão.

“Para isso, contamos com o suporte de parceiros como a Funai e a FEI, que apresentam as demandas específicas de cada comunidade e a Sejusc leva os serviços necessários”, explica Caroline.

Receptividade – Para o cacique Estélio Maura, a ação de cidadania representa uma conquista.

“É a primeira vez que serviços básicos chegam nesta área indígena, que envolve aproximadamente 12 mil índios”, afirma. “Muitos parentes se mobilizaram para vir de rabetas e canoas, porque a logística por aqui é difícil. Esse avanço para nós é muito importante, é histórico”.

Líder da aldeia Igarapé Açu, uma das mais distantes da comunidade Moyray, Jailson Martins dos Santos conta que ficou responsável pelo transporte de mais de 100 pessoas, divididas em ônibus e carros.

“Nos organizamos em blocos para que todos pudessem ser atendidos na ação de cidadania”, destaca.

Capital – Neste sábado (16/03), o “PAC em Movimento” levou serviços como emissão de primeira e segunda via de carteiras de identidade e certidões de nascimento para a comunidade da Praça 14. A ação aconteceu no Santuário Arquidiocesano São José Operário, com total de 278 atendimentos.

Os interessados em receber o projeto podem enviar a solicitação por e-mail paragabsec@sejusc.am.gov.br.

 

Foto: DIVULGAÇÃO/SEJUSC

Compartilhar