Prefeito Arthur visita nova sede da Águas de Manaus e destaca comprometimento com a cidade

Prefeito Arthur visita nova sede da Águas de Manaus e destaca comprometimento com a cidade

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, visitou na manhã desta terça-feira, 9/7, a nova sede da empresa Aegea – Águas de Manaus, na avenida André Araújo, zona Centro-Sul da cidade. O prefeito conheceu todas as instalações, entre elas o Centro de Controle Operacional, e fez questão de cumprimentar e agradecer, um a um, todos os funcionários da empresa. Ele parabenizou o diretor-presidente Renato Medicis pelo trabalho que vem sendo realizado para garantir água de qualidade à população e saneamento básico, com investimentos de mais de R$ 800 milhões nos próximos 5 anos.

“Essa empresa tem a cara do governo que eu tento fazer. Material humano de primeira, muita técnica; Ela é sócia do Banco Mundial e do Banco de Cingapura, é organizada. Nós vimos cada departamento funcionando muito bem e o ambiente de trabalho é muito satisfatório”, destacou o prefeito.

A nova sede já está em funcionamento desde o mês passado, embora ainda não tenha sido inaugurada oficialmente. “Eu fiz questão de vir antes, para agradecer funcionário por funcionário, agradecer a todos por esse empenho e dizer que eles fazem parte de uma história muito importante”, disse Arthur Neto.

O espaço possui 3 mil metros quadrados de área construída, auditório para quase 200 pessoas, estacionamento para 210 vagas e ainda conta com o “Museu da água”, um espaço que mostra peças que já foram utilizadas no sistema de abastecimento da capital. Aproximadamente, 250 colaboradores que trabalhavam no complexo da Ponta do Ismael, no bairro Compensa, zona Oeste, foram transferidos para a nova sede. A mudança é mais um compromisso da empresa com a cidade de Manaus e mais um passo para aproximar a concessionária da população.

Outra novidade da sede da Águas de Manaus é um novo e moderno Centro de Controle Operacional (CCO). O setor monitora todo o sistema de abastecimento de água tratada da cidade 24h por dia, proporcionando uma maior agilidade para detectar qualquer alteração e resolver ocorrências. “Queremos ter essa mesma estrutura de controle para luz, para o trânsito. Vamos trocar ideias com a empresa para termos um controle maior sobre os problemas da cidade”, disse o prefeito.

Desde junho do ano passado, a concessão de Manaus é gerida pelo grupo Aegea, uma das maiores empresas do setor de saneamento do Brasil, através da concessionária Águas de Manaus, que vem fazendo novos investimentos para ampliar a oferta de água tratada e de coleta e tratamento de esgoto na capital, além de melhorar o relacionamento com a população em um ano de atuação na cidade.

“Essa sede é para a população. Integramos os serviços, integramos as equipes, demos transparência à empresa e, com isso, a gente ganha em qualidade, em agilidade dos serviços e na melhoria para esse grande projeto que é ampliar o esgotamento sanitário e melhorar o abastecimento de água”, destacou o diretor-presidente da Águas de Manaus, Renato Medicis.

Avanços

Para efeito de comparação, entre 2014 e 2017, a antiga concessionária Manaus Ambiental investiu, em média, R$ 60 milhões por ano no saneamento básico da cidade. No ano passado, já sob a gestão da Águas de Manaus, esse número dobrou, chegando a, aproximadamente, R$ 120 milhões de investimento.

Com esse aporte, a nova concessionária inaugurou três Estações de Tratamento de Esgoto: ETE Vila Nova, na Cidade de Deus; ETE Ayapuá-Xingu, na Compensa; e ETE Timbiras, na Cidade Nova, que é uma das maiores estações da região Norte. Com isso, mais de 1,5 mil litros de esgoto já são tratados por segundo na cidade.

A empresa também vem ampliando a reservação de água tratada na cidade, com a construção de cinco novos reservatórios: Jorge Teixeira (já inaugurado), Cidade Nova, Cidade de Deus, Compensa e Colônia Santo Antônio. As novas unidades acrescentam 30 milhões de litros a reservação de água tratada na cidade, beneficiando mais de 450 mil pessoas nas zonas Norte, Leste e Oeste da capital. Além das obras, a empresa também implantou novas redes em áreas que não possuíam abastecimento regular de água tratada, como palafitas e becos nos bairros como Cachoeirinha, Redenção, Nova Esperança e Compensa.

Ao longo desta década, a Águas de Manaus pretende melhorar os serviços de infraestrutura de abastecimento de água e, principalmente, do sistema de coleta e tratamento de esgoto. Até 2030, a atual cobertura de esgoto será ampliada em cinco vezes, chegando até 80% da cidade. Para atingir essa meta, a concessionária irá investir um valor superior a R$ 3 bilhões nesse período.

Tarifa Social

A Águas de Manaus beneficia moradores de menor renda com a Tarifa Social, que concede um desconto de 50% nas faturas. Para se cadastrar, o usuário precisa ser beneficiário do Bolsa Família. Em todas as áreas de palafitas, onde a concessionária implantou suas redes, os moradores também foram beneficiados com a Tarifa Social.

A Águas de Manaus também melhorou seu relacionamento com a cidade, criando programas como o “Vem com a Gente”, que já visitou cerca de 120 mil residências em 17 bairros da capital amazonense, promovendo a regularização e disponibilizando serviços da concessionária, como a renegociação de débitos e o cadastro na Tarifa Social.

 

Texto – Jacira Oliveira / Semcom e Assessoria da Águas de Manaus

Foto – Alex Pazuello / Semcom

Compartilhar